HugeDomains.com
Captcha security check

vaultpos.com is for sale

Please prove you're not a robot

View Price

Blog

jun 17th

Como falar a língua do seu cliente

Posted by with No Comments

– Alô!

-Oi! Tudo bem?

-Quer falar com quem?

-Com o Mário.

-Não tem nenhum Mário aqui. Acho que você ligou errado!

Se você acredita que isso só acontece em ligações telefônicas, está muito enganado! Esse diálogo cortado ocorre todos os dias, do Oiapoque ao Chuí, quando a estratégia comunicação de uma empresa não desperta o interesse do seu público-alvo.

O primeiro passo para não cair nessa cilada é entender que seu cliente não é uma extensão de você, nem um príncipe  encantado, com um amor incondicional à princesa – que é a sua empresa. Ele é uma pessoa, com interesses e necessidades que, quando saciados, levam ao seu engajamento. Para isso, é preciso ter em mente que conteúdo relevante é aquele que vai além das informações sobre o seu produto ou serviço, e mostra sua relação com o mercado e universo do seu público-alvo.

Um exemplo bem bacana foi a campanha da Casa das Cuecas que optou por um casting formado por seis homens reais e um modelo. O intuito da empresa foi atende ao homem moderno que gosta de moda sim! E a marca atende esse desejo, unindo conforto e estilo para todos os tipos de gostos e corpos. Essa estratégia acertou em cheio e fugiu do padrão surreal que o homem não liga para tendências!

Para definir de forma assertiva ‘como’ e ‘onde’ vai investir para se relacionar com seu público é preciso levar em consideração sua faixa etária, escolaridade, classe social e tribo. Um perfil mais tradicional pede uma estratégia focada em meios impressos, já um mais interativo, o online atende bem.

Estudando o comportamento do seu cliente a Starbucks percebeu que poderia adicionar uma experiência além do ato de beber café para seu público, formado por universitários, empresários e profissionais autônomos. Para isso, oferece um ambiente com estrutura e suporte para quem deseja estudar, fazer uma reunião rápida ou fugir do home office. E suas lojas ficam em pontos de fácil acesso para aqueles que desejam dar uma pausa na rotina agitada.

Outra atitude que o empreendedor deve ter é a de monitorar a vizinhança. Mapeie seus principais concorrentes, como eles se posicionam no mercado e os canais de comunicação que priorizam para se comunicar. Assim conseguirá criar um panorama e elencar o que vale aplicar ou não em sua estratégia – mas do seu modo.

Ao fazer essa lição de casa, conseguirá oferecer seu serviço ou produto de forma competitiva e até revolucionar a forma de vender e consumir, impactando as pessoas, sua comunidade e até a economia.

Para saber mais como a Assessoria de Imprensa e o Marketing de Conteúdo podem te ajudar a alcançar estes resultados, fale conosco!

Tagged with: , , , ,

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *